O Batismo

28.1.12

Não costumo usar o nosso espaço para falar da vida pessoal, porém como este é um momento especial, resolvi compartilhar com todas vocês.


Hoje minha filha, Nicole foi Batizada, a cerimônia ocorreu na Capela da Aldeia da Serra, ao lado do salão em que eu e meu marido nos casamos.  O nosso casamento foi feito apenas no civil, com um Juiz de Paz, porém optamos por montar um altar no salão, onde eu entrei lindamente de vestido branco. A festa foi uma verdadeira badalação e estivemos entre nossos melhores amigos e familiares. No topo do bolo a noivinha loirinha e um noivinho de bota e chapéu de Cowboy ( valeu a pena personalizar , pois ficou a cara do meu marido), só não cometa o mesmo erro que o meu, esquecendo os noivinhos no local. Ainda falando de todos estes momentos, apesar da linda festa que tivemos, sempre tive muita vontade de me casar na Igreja, e agora meu sonho será realizado. Após 6 anos de casada: vou casar com o meu marido, de novo! Foi uma surpresa ele me pedir novamente em casamento, e tudo isso aconteceu principalmente por incentivo dos padrinhos da Nicole que ajudarão nessa cerimônia, a nossa legitimação religiosa acontecerá em breve, na mesma Igreja de Batismo da nossa filha!
Quanto o Batismo, a cerimonia foi linda, chorei! A Nicolinha foi super mimada por todos e ganhou vários presentinhos fofos : pulseirinha  com o nome dela gravado, uma linda "Minha Primeira" Biblia da Turma da Monica, uma toalhinha Meu Batizado, Velinhas ...
Obrigada Família por mais este momento e Padrinhos.

Abaixo dicas sobre o Batismo:

Os Padrinhos do seu filho
Batizar uma criança e escolher os padrinhos para ela, não deve ser feito por via do acaso. Os pais devem ter em conta a proximidade dessas pessoas e a proporção da ajuda, que poderão oferecer à criança.
Os padrinhos acabam por ser na teoria e também na prática, uma espécie de segundos pais para a criança. Nos momentos de alegria e tristeza os pais, bem como os padrinhos, devem estar ao lado dos seus afilhados dando-lhes força e carinho. A criança acaba por descobrir uns segundos pais, que de forma alguma ocuparão o título de pais biológicos.
Reflita bem e pense agora, quem seriam os melhores padrinhos para o seu filho...assim você não corre o risco de se arrepender depois. 


Com que roupa ir
A cerimônia costuma acontecer durante o dia ou, no máximo, no fim da tarde, e pode ser seguida por um almoço ou chá para os parentes e amigos. Por isso, por mais especial que seja a situação, a roupa não deve ser exagerada.
Nada de roupa de luxo ou com cara de casamento; também não deve ser muito esportiva como se fosse um churrasco ou um almoço de domingo na casa da mãe ou da sogra.
Tons claros são os mais indicados, pois acompanham a leveza do evento; estampas também valem e combinam com a ocasião e o horário.
Mães e madrinhas devem estar lindas, mas não podem esquecer que vão ficar com um bebê no colo por muito tempo. Nada de grandes botões, tachas e enfeites que machuquem a cabeça da criança, nem tecidos que amassem rapidamente.
Não é preciso dizer também que igreja não é o lugar ideal para vestidos muito curtos ou decotes exagerados - por mais jovem que seja a convidada ou a madrinha do bebê.

O Convite  
 O critério para convidar para o batizado é o mesmo do chá de bebê: uma festa familiar. Não faz sentido convidar seu chefe, a não ser que ele seja mesmo muito amigo.  "Sugiro que façam um convite formal com o nome dos pais e da criança, com data e local do batizado, seguido do local da comemoração, se houver". Quanto menor for o evento, mais flexibilidade você terá para fazer esse convite, que, dependendo, pode ser feito por e-mail ou telefone mesmo.                                    


 A Festa 
Você pode fazer uma festa ou qualquer outro tipo de evento apenas se quiser.  O mais indicado é fazer um almoço ou brunch, já que as igrejas costumam realizar os batizados pela manhã. No brunch, um termo americano para um café da manhã tardio, é possível oferecer pães, bolos, frios e também tortas salgadas, quiches e alguns docinhos variados.

Os Presentes

Dizem que os pequenos presentes entretêm uma amizade. Se recebeu é um prazer, dar é outro tanto, tão importante como o primeiro. Um presente não se mede pelo seu valor real. "Presentear é uma arte".                                                                               
Oferecer lembrancinhas após o evento não é uma regra. É apenas uma tendência. Atualmente, o que não falta são opções para todos os gostos e bolsos.


Texto: Sofia Rossi e Abril Bebê

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Felicità Festas e Comemorações agradece o seu comentário.

Newsletter

Todos os direitos reservados • Mamães Festeiras
Layout por Pandoca Design | Programação por Heart Ideas.